Vereador Ditola chama a atenção pra crimes que estão ocorrendo dentro do Hospital Socorrão - Estão abrindo pessoas sem necessidades!!!

Share:

O Vereador Ditola, que é Presidente da Comissão de Saúde, ocupou a tribuna da câmara municipal para fazer uma grave denúncia, estão abrindo (operando) pessoas no Hospital Socorrão sem nenhuma necessidade, e o que acaba sendo ainda pior, fazem isso e não tem remédios, pessoas podem estar morrendo devido esse ato criminoso. 

O vereador narrou duas situações reais, primeiro de uma criança que esta nas redes sociais fazendo campanha para fazer cirurgia fora, porque não faz no município, o vereador disse que essa criança fez uma cirurgia no Socorrinho, mas mãe disse que ela não precisava fazer essa cirurgia. 

A cirurgia foi feita e segundo o vereador, algo deu errado, por isso ela precisa sair pra fora, para que um especialista refaça a cirurgia. 

O Vereador Ditola também disse que uma vizinha dele, foi pro Socorrão com pressão alta e no outro dia ele ouviu dizer que ela tinha sido operada. 

O vereador conta que essa senhora lhe disse, que estava parcialmente anestesiada e que ouviu o médico dizer: "meu Deus como é que eu fiz isso, cortei a mulher, eu nunca errei", segundo ele, a mulher não precisava ser operada. 

O município de Imperatriz recebe em média mensalmente do governo federal para custeio da saúde, de 8 a 10 milhões de reais, somente no mês de julho, o município recebeu além dos valores a que tem direito, cerca de R$ 43 milhões de reais a mais, esse dinheiro simplesmente sumiu, evaporou, clinicas, fornecedores e prestadores de serviços estão sem receber.

Falta remédios, materiais cirúrgicos, nos postos de saúde, faltam até remédios pra vermes, uma calamidade publica que precisa urgentemente de ações do Ministério Publico, se as autoridades não sabiam do que esta acontecendo na saúde do município, a partir de agora é de domínio publico. 

O Portal do Frei entrou em contato com o Secretário de Saúde, Alair Firmiano, ele disse: "É uma acusação grave. Quem acusa tem que ter provas e conhecimento técnico para fazer tal acusação. Discutir indicação médica não é tão simples assim. Se me trouxer fato concreto vou investigar". Ouça o áudio do vereador!!!



Nenhum comentário