Nova Ação: Ministério Público quer a inelegibilidade de Madeira por até 5 anos e ressarcimento aos cofres públicos!!!

Share:

Ser prefeito hoje não é uma tarefa muito fácil, os órgãos de controles continuam fiscalizando mesmo depois que o gestor deixa o cargo, ontem (30) o Ministério Público entrou com uma ação de Improbidade Administrativa contra o ex prefeito Madeira e o ex Secretário de Educação, Zesiel Ribeiro, cerca de três depois, o cabecinha de sola continua tendo o seu governo investigado. 


A ação foi proposta pelo Promotor Antônio Coelho Soares Júnior, segundo o parquet, houve contratação ilegal de servidores para o cargo de professor no município de Imperatriz, bem como de pagamento da gratificação especial de trabalho aos professores que já integravam o serviço público e que estavam dobrando a carga horária. 


O promotor disse que os argumentos trazidos a baila pelo réu não afastam a improbidade, haja vista a contratação precária de professores e dobras de turnos - que demonstram a necessidade, demanda e existência de cargos vagos - ocorridas em detrimento da nomeação de concursados. 

Se condenados, Madeira e Zesiel ficarão inelegíveis!!!


Nenhum comentário