Casa de ferreiro, espeto de pau!!!

Share:

O ex juiz Marlon Reis, idealizador da ficha limpa, não está conseguindo fechar suas contas de campanha, a Procuradoria Geral Eleitoral emitiu parecer pela desaprovação das contas de campanha do ex juiz, a informação é do Jornal O Progresso. 

No relatório, o procurador ainda cita um montante de cerca de R$ 750 mil reais em dividas deixadas pelo candidato durante a campanha, sem assunção regular de tal divida pelo partido.

Ainda segundo o jornal, "observa-se que o candidato apresentou somente a procuração do advogado e Extrato de Prestação de Contas, devidamente assinado, mantendo-se inerte em relação à assunção da divida de campanha, conforme dispõe o art. 35 da Resolução TSE 23.553/2018, imprescindível para analise das contas", cita o procurador

Marlon Reis foi candidato em 2018 a governador do Tocantins, ficou na terceira colocação com menos de 7% dos votos validos. 


Nenhum comentário