Diretoras do Sindsaúde são denunciadas no Ministério Público - Isso explica o porque do silêncio diante de tantas denúncias na saúde!!!

Share:


As servidoras do município e diretoras do Sindsaude, Ariana Vasconcelos Pereira, Margarida Neres Pessoa Nunes, Welida Costa Gonçalves e Janete Barreto da Silva, foram denunciadas na Promotoria Especializada de Combate a Improbidade Administrativa de Imperatriz, segundo o denunciante, as servidoras estão sendo remuneradas com gratificações vinculadas, em claro afronta ao princípio de legalidade. 

As servidoras foram colocadas a DISPOSIÇÃO DO SINDICATO e estão recebendo desde o mês de março/2019, R$ 735,00 reais de GRATIFICAÇÃO DE INCENTIVO DE SERVIÇO HOSPITALAR, "será paga àqueles servidores que vierem exercer suas funções nos hospitais municipais (Hospital Municipal de Imperatriz e Hospital Infantil de Imperatriz), no Serviço Móvel de Urgência (SAMU) e Centro de Atenção Psicossocial (Saúde Mental).”(sic).

"Nesse diapasão, não apenas a lei em si, mas a sua inteligência, informam que a GRATIFICAÇÃO DE INCETIVO HOSPITALAR, legalmente prevista no Estatuto do Servidor Público, é devida apenas e tão somente quando a atividade laborativa se desenvolver naqueles locais taxativamente descritos, não havendo, portanto, salvo melhor juízo, qualquer margem para interpretação diversa, capaz de autorizar o gestor municipal pagar o mencionado benefício para servidor licenciado". 


Então é por isso que o Sindsaúde esta calado diante de tantos desmandos na saúde da cidade, o sindicato que deveria estar denunciando os desmandos e as péssimas condições de trabalho dos servidores, está calado, mais calado que Curió na troca de muda. 

Em outras gestões o sindicato sempre foi ativo, mas por conta de gratificações que alguns estão recebendo, a classe todinha está sendo prejudicada!!!







Nenhum comentário