Coordenação do SAMU não compra nem capacetes para os motociclistas do serviço de urgência e emergência!!!

Share:

Os servidores do SAMU que integram o serviço de Motolancia Socorrista em Urgência e Emergência, enviaram um oficio para a Coordenação Geral do SAMU, comunicando que estão paralisando a atividade por falta de condições de trabalho. A coordenação estendeu o horário deles até as 19h e não quer pagar o adicional de periculosidade. Outro motivo que os motociclistas levantaram, a falta de EPI - Equipamentos de proteção individual, o capacete é antigo e ta todo sucateado. O município recebe todo santo mês do governo federal, cerca de R$ 10 mil reais para manutenção desse serviço essencial. O motociclista é o primeiro a chegar nos casos de acidentes. Tenha dó prefeito, o senhor ta recebendo pra manter o serviço ativo.


Nenhum comentário