IMPROBIDADE! Casa de ferreiro, espeto de pau. Ou: Delegado-prefeito desconhece a nossa legislação???

Share:

Coisas estranhas vem acontecendo nessa administração, estão fazendo as coisas como se não houvesse uma legislação a ser seguida. No Jornal O Progresso do dia 14 de Novembro de 2017, foi publicado a exoneração do Senhor Erlandsson Allan de Matos Silva, do cargo de secretário adjunto de arrecadação. No mesmo dia o Senhor Erlandsson foi nomeado para o cargo de secretário municipal adjunto do planejamento, fazenda e gestão orçamentária com data retroativa a 01 de Abril de 2017, ou seja, 7 meses anterior a sua nomeação. Nesse período o secretário adjunto era o Senhor Ely Samuel dos Santos Silva, que foi exonerado somente em 14 de Novembro, com data retroativa ao dia 01 de Novembro de 2017, portanto do dia 01 de Abril a 01 de Novembro, o prefeitão acabou nomeando duas pessoas para o mesmo cargo. É um prato cheio se o Ministério Público ou a Câmara Municipal tiverem interesses. Informações dão conta que a exoneração do Secretário Oliveira, teve as digitais do Senhor Erlandsson e seus sistemas, mais isso é matéria pra outra postagem.




Nenhum comentário