PROCURADOR GERAL DE JUSTIÇA: "Não podemos aceitar que o carnaval seja realizado às custas da miséria de muitos!!!"

Share:
[caption id="attachment_5710" align="aligncenter" width="477"] Procurador Geral de Justiça, Luiz Gonzaga Coelho[/caption]

Somente poderá realizar o carnaval, 0s municípios que não tenham as restrições impostas pelo Ministério Público e o Tribunal de Contas do Estado. Não poderão realizar o carnaval, os municípios que tenham decretado situação de emergência ou calamidade nos últimos 12 meses, que estejam atrasando o pagamento dos servidores ativos e inativos e que não estejam em dia com o recolhimento da previdência junto ao funcionalismo. Municípios que estejam atendendo de forma precária os serviços públicos essenciais de saúde, saneamento e educação, também não poderá realizar o carnaval. Infelizmente Imperatriz se enquadra dentro das restrições previstas, se o nobre prefeitão insistir em fazer o carnaval, não conseguirá prestar contas do mesmo no Tribunal de Contas do Estado e ainda poderá sofrer várias ações de improbidade administrativa por parte do Ministério Público. O Procurador Geral de Justiça, Luiz Gonzaga Coelho foi claro, "Não somos contra a cultura do carnaval, mas não podemos aceitar que a festa seja realizada às custas da miséria de muitos"

Nenhum comentário