Imperatriz fará pela terceira vez licitação de medicamentos, as outras duas foram canceladas por conterem vícios!!!

Share:


O município de Imperatriz disponibiliza pouco mais de R$ 15 milhões por ano pra compra de medicamentos, mas mesmo assim o Alcaide fez duas licitações milionárias, uma no valor de cerca de R$ 90 milhões de reais e a outra, cerca de R$ 60 milhões de reais. Se o município não vai comprar R$ 20 milhões, porque esse valor tão alto? Simples, é uma forma de reduzir o numero de participantes, o valor a ser provado para que as empresas possam participar do certame, foi de 5% sobre o montante, na ultima licitação, foram eliminadas 14 empresas das 17 que compareceram, é também uma forma de garantir para as empresas ganhadoras, um período maior de fornecimento. Ao final do contrato, os fornecedores ainda terão um saldo grande, então faz-se um aditivo de prazo e eles continuam fornecendo. As duas licitações realizadas, acabaram sendo canceladas. A primeira chegou a ser concluída e os contratos assinados, mas foi denunciado no Ministério Público Federal, que entendeu que houve fraudes e vícios e deu cinco dias para o prefeito-honesto cancelar os contratos, ou... A segunda licitação foi denunciada pelo Blog antes da abertura dos envelopes, por estar direcionada a uma empresa do Piauí, a Dimensão Distribuidora de Medicamentos. Não deu outra, foi suspensa e posteriormente cancelada pelo nobre Secretário de Saúde, Alair Firmiano. O município vai fazer pela terceira vez a mesma licitação, o edital já foi publicado, a licitação será no dia três de Janeiro. Embora o edital Pregão Presencial 115/2017 já tenha sido publicado no Diário Oficial, mas ainda não esta disponível no site da prefeitura, como é que vai haver a licitação se o edital não esta disponível no site? Assim que for disponibilizado, o Blog fará uma minuciosa analise. O Blog denunciou as outras duas licitações que foram direcionadas para a Dimensão, se essa tiver algum vicio, será denunciada também. O Secretário Alair Firmiano, vem se notabilizando pelos contratos suspeitos que ele tem assinado.

Nenhum comentário