Prefeito Assis Ramos rasga a legislação municipal e mantém o diretor geral do Socorrão

Share:


O Prefeito Assis Ramos nomeou para Diretor Geral do Socorrão, o forasteiro Alberto Gomes da Silva. A Lei municipal nº 1558 de 2014 em seu Art. 3º diz o seguinte: O Cargo de Diretor Geral do Hospital Municipal de Imperatriz será privativo de profissional da saúde, a formação do Senhor Alberto não se enquadra dentro daquelas consideradas da saúde. Até agora não viu nenhuma movimentação por parte dos Vereadores, do Ministério Público ou do Sindicato com relação a essa situação. O delegado acostumado a prender bandidos de todos os tipos, não esta conseguindo enxergar o tamanho da ilegalidade que esta cometendo, se for acionado, ele será capaz de dizer que não sabia. O Senhor Alberto foi condenado em ultima instância a 6 anos de cadeia, numa ação de investigação judicial, ora proposta pelo Ministério Público, com base nos arts. 73, I e IV, da Lei nº 9.504/97 e 22, XVI, da LC nº 64/90, por favorecimento ilegal de atendimento de saúde, para fins eleitoreiros, quando ele foi Diretor do Hospital Geral de Araguaina, tudo para beneficiar a sua própria mãe, a vereadora Terezinha Gomes da Silva, mais conhecida por “Terezona”. Durante a campanha, o Prefeito Assis Ramos disse em alto e bom som que não faria parte do seu governo quem tivesse alguma pendência na justiça, o que houve falso moralista, engoliu o discurso?


Nenhum comentário