Assis e Fábio




Por Leandro Miranda - Após o fim das eleições municipais no ano passado, o grupo Sarney comemorava a vitória em dois municípios: Imperatriz e Caxias. Porém, os primeiros meses dos novos prefeitos Assis Ramos e Fábio Gentil, respectivamente, podem trazer o efeito contrário diante do desgaste dos gestores.


Assis assumiu a prefeitura com o discurso de moralização, tudo que até agora não fez. Denúncias de nepostimo, favorecimento, e até de censura à jornalistas pipocaram em sites e blogs O prefeito ainda não mostrou a que veio e lideranças do PMDB acreditam que sua gestão pode atrapalhar a campanha governista de Roseana em 2018.


Situação parecida com a de Fábio Gentil. O prefeito de Caxias vendeu a alma para o diabo na tentativa de vencer as eleições. Virou uma espécie de boneco da família Marinho que realmente manda no município. Uma espécie de caça as bruxas ocorre na cidade com o corte de gratificações e demissões. Fora a inércia da Prefeitura nestes primeiros meses.


A comemoração da sarneyzada pela vitória neste redutos, antes dinistas, se transformou em aflição pela reprovação da população. O grupo Sarney percebeu e tem agido para evitar mais esse desgaste.