Por que o triunfo dos Blogs, incomoda tanto?

Share:


Por Linhares Jr - Nesta semana a Operação Turing despertou uma verdadeira inquisição contra blogueiros no Maranhão. “Corruptos, vagabundos, incompetentes, chantagistas”, os adjetivos foram os mais ásperos possíveis. E a romaria da destruição do ofício seguiu forme em sua tarefa de provar para toda a sociedade que ser blogueiro é uma atividade “marginal”.


A verdade é que a profissão de blogueiro, como qualquer outra, possui seus vencedores, seus vencidos, seus desvirtuados e seus exemplos. Contudo, a exposição na internet direcionou os holofotes da opinião pública. Blogueiros, em menor escala que políticos e policiais, são uma espécie de paradigma dos palpiteiros de plantão.


O sucesso midiático dos blogs de notícias é evidente. Enquanto alguns jornais impressos sofrem para vender alguns milhares de jornais por dia, alguns atingem dezenas de milhares de acessos em poucas horas. Enquanto a televisão sofre para encontrar espaço em suas programações, o espaço na internet é infinito. Essa é a mais pura e irrestrita verdade.


Alguns blogs chegam a atingir em um míseros dia o mesmo público que impressos demoram um mês para alcançar, e quando alcançam.


E há um agravante ainda MUITO maior nessa comparação: ao contrário dos demais meios de comunicação, necessitados de grandes estruturas para funcionar, o blog precisa apenas de uma informação/opinião e um sinal de internet.


E como política é um assunto que sempre dá audiência, blogueiros que tratam de política hoje no Maranhão e no Brasil possuem público fiel, público que interessa aos políticos e interessados em política. Extrapolaram o patamar da consolidação, já são consolidados.


Então, meus caros e caríssimas leitoras, temos uma ferramenta moderna e barata, temos nicho determinado e fiel. Hoje, para ficar apenas no Maranhão, temos milhares de políticos interessados em anunciar suas façanhas.


Existe a demanda, existe a oferta, então nasceu o mercado. E um mercado muito promissor.

Nenhum comentário