Flávio Dino vai botar pra esfolar os menos favorecidos

Share:


Com o aumento na carga tributária, principalmente em cima dos combustíveis e da energia elétrica, quem mais sentirá certamente será os mais necessitados, porque o empresariado repassará no preço final o aumento dos impostos. Desde que Flávio Dino assumiu o governo do estado, ele não fez outra coisa a não ser aumentar os impostos, e o pior, nada ou quase nada de retorno para o povo Maranhense. Veja abaixo a matéria publicada no Blog do Gilberto Léda:


Começam a valer na quarta-feira (15) as novas alíquotas de ICMS no Maranhão.


Reajustado em 2016 na Assembleia – por iniciativa do governo Flávio Dino (PCdoB), o imposto mais caro incidirá sobre energia elétrica, álcool e gasolina, derivados do fumo, telefonia, TV por assinatura e internet.


Segundo dados do próprio Executivo, o contribuinte maranhense desembolsará R$ 250 milhões a mais em impostos em 2017 só por conta do reajuste desse tributo (saiba mais).


Veja abaixo as mudanças:


Energia elétrica (até 500 quilowatts-hora/mês) – de 12% para 18%


Energia elétrica (acima de 500 quilowatts-hora/mês) – 25% para 27%


Combustíveis (exceto diesel) – 25% para 26%


Fumo e derivados – 25% para 27%


TV por assinatura, telefone, internet – 25% para 27%


*No caso de TV por assinatura, telefone, internet ainda há um acréscimo de dois pontos percentuais, que são destinados ao Fumacop. Nesse caso, a alíquota efetivamente cobrada do consumidor será de 29%

Um comentário:

  1. É uma verdadeira espoliação comunista. É intrínseco ao - questão de DNA mesmo - comunismo nivelar todos à mais absoluta miséria com o objetivo de deixar o povo de joelhos diante de um Estado inchado, corrupto e incompetente.... mas todo poderoso. Uma aberração.

    ResponderExcluir