Câmara Municipal mais uma vez mostra pra cidade toda a fragilidade do "prefeito honesto"

Share:


Prefeito Assis Ramos perdeu mais uma na Câmara. A Câmara derrubou o parecer contrário da comissão de constituição e justiça, que era contra a emenda apresentada pelo Vereador Bebé Taxista, que alterava o artigo 10 da Lei 319/83, permitindo que os taxis possam apanhar passageiros em qualquer ponto da cidade, exceto nos pontos de ônibus e mototaxis. A emenda de Bebé permite ainda que os taxis possam levar mais de uma pessoa pro mesmo destino. Assis Ramos já tinha orientado seus "labigós" a votarem contra qualquer projeto que beneficiasse os taxi-lotação, mas o HOMI é tão fraco, que acabou perdendo mais uma.

2 comentários:

  1. Lourenço Pereira de Sousa23 de março de 2017 06:55

    Impedir que os taxistas peguem passageiros em qualquer canto da cidade, exceto nas paradas de ônibus, e a possibilidade de táxi - lotação, é posicionar-se contra os interesses dos usuários menos favorecidos e contra a liberdade de opção a seu favor.Até mesmo em paradas de ônibus, os passageiros não devem ser propriedade de nenhuma empresa.Suponhamos que você esteja numa parada de ônibus e muito apressado. Chega ônibus e sai ônibus, mas o da sua linha não vem.Você corre para um ponto de táxi que está , às vezes, longe do local referido. Isto causa perda de tempo, estresse, raiva, ódio, grande produção de adrenalina, portanto mal à saúde,e risco de acidente.A cidade tem que ser transformada num lugar humanizado e humanizante.Assim sendo é estranho que a forma de governar a cidade, seja alinhada a interesses corporativos e a grupos empresariais, em detrimento do direito maior da população, dos cidadãos.Nós esperamos, sinceramente, que o novo governo faça a diferença , no bom sentido, e que nos possibilite sonhar com uma cidade mais civilizada
    e acolhedora.

    ResponderExcluir
  2. Em materia de competência administrativa da unidade federativa de 300mil residentes, o executivo municipal é incompetente. Isso foi trazido a público no pronunciamento de Chiquinho Scorcio. Se o chefe do executuvo recebeu qualificação para reprimir a criminalidade, como policial, é analfabeto em gestão pública. Chiquinho está certo.

    ResponderExcluir