Adesão de atas, o caminho escolhido pelos prefeitos corruptos.

Share:


A adesão de atas tem sido o caminho encontrado pelos prefeitos que já tem seus fornecedores definidos, e geralmente o critério de escolha é o percentual de 30% nas faturas. A pratica é considerada legal, porém o Ministério Público vem acompanhando de perto essa prática, uma rápida consulta, da pra vê a quantidade de processos que os gestores e as empresas vem enfrentando. Essa nova modalidade de corrupção, contraria os princípios básicos do processo licitatório: Publicidade, isonomia, impessoalidade, moralidade e probidade administrativa e o principio do julgamento objetivo. O gestor ao aderir a ata de outros municípios, ele esta vetando a participação de outras empresas, principalmente aquelas do próprio município, ele passa a priorizar apenas uma empresa, e logicamente os APADRINHADOS. Como é que o gestor vai aderir a ata de outro município, se ele não sabe em que circunstâncias foi feita aquela licitação? Ora, é comum as licitações feitas no próprio município, levantar suspeições, imagine num município que o gestor não sabe nem pra onde fica? Aqui em Imperatriz estamos tranquilos, pois o pilar da campanha do nosso prefeito, foi: MORALIDADE, TRANSPARÊNCIA E O COMBATE A CORRUPÇÃO. Palmas pro nosso querido prefeito.

Nenhum comentário