Flávio Dino tira R$ 1,6 milhão de cinco municípios e manda para município administrado por comunista

Share:
Deu no Gilberto Léda

Governador Flávio Dino, ao lado do secretário de Articulação Política e Assuntos Federativos, Márcio Jerry e do deputado Othelino Neto, recebe prefeito de Barra do Corda. Foto: Nael Reis/Secom

O deputado estadual Adriano Sarney (PV) questionou hoje (12), na Assembleia Legislativa, decreto do Governo do Estado que cancela mais de R$ 1,6 milhão em recursos que seriam destinados para a saúde, principalmente nos municípios de Amarante, Santa Inês, Porto Rico, Riachão e São Francisco do Brejão, remanejando a maior parte (R$ 1,5 milhão) para um único município, no caso, Barra do Corda.


“Eu não sou contra que recursos sejam destinados para Barra do Corda. Pelo contrário, acho que a cidade, assim como a maioria dos municípios maranhenses, precisa de muito mais verbas para a saúde. O problema é que o governo não pode prejudicar uns municípios para beneficiar outros. Se considerarmos velhas práticas políticas, constata-se que, curiosamente, o prefeito de Barra do Corda é membro do PCdoB, partido do governador Flávio Dino. Pior ainda é constatar que o hospital municipal, chamado Hospital Edison Lobão, está fechado. Então esses recursos que foram retirados de outros municípios serão utilizados de que maneira?”, indagou o deputado. Veja matéria completa

Nenhum comentário